27 de mai de 2016

Nenhum comentário

Vergonha, medo, culpa



Por Tim Challies

Eu já ouvi que existem três tipos de cultura no mundo, cada uma definida por sua cosmovisão predominante. Há culturas de vergonha, culturas de medo e culturas de culpa, e cada uma delas tem sua própria forma de pressionar pessoas a se comportar ou conformar à sociedade.

Leia mais

Nenhum comentário

A Marcha para Jesus e o retrato do evangelicalismo brasileiro

Por Antognoni Misael

Lá vem o trio elétrico. Nas laterais os nomes “Tremendão”, no centro os balões amarelos delineando a palavra “Jesus”. A multidão diz “palavras de ordem”, cantarola refrãos de canções gospel e com alegria demonstra suas coreografias. Não é um bloco de carnaval. É o bloco de Jesus! Eles não caminham para o martírio. Calma! Não os confunda com aquela multidão que sofreram ou sofrerão por causa do testemunho de Jesus e pela palavra de Deus, e que não adoraram a besta, nem a sua imagem, e não receberam o sinal em suas testas nem em suas mãos, como narra João em Apocalipse 20. Eles só são os fieis que compõem a Marcha pra Jesus.

Leia mais

26 de mai de 2016

Nenhum comentário

Um pouco sobre a "Marcha para Jesus"



Por Augusto Hidalgo

Antes de ler esse texto, e eu quero muito que você se esforce para ler todo, saiba que eu já fui a muitas marchas, pulei, cantei, “profetizei”, e no mesmo dia até pequei, e a cada ano essa marcha foi perdendo o brilho, a ultima em 2014 foi tão indigesta a ponto de só estar lá presente por conta dos amigos, comecei a achar estranho todo aquele "fogo" em pessoas tão rasas, de achar tão superficial todas aquelas musicas e orações, comecei a não engolir todos aqueles momentos de “decretos proféticos” para mudar a cidade enquanto mendigos invisíveis aos olhos daqueles que deveriam ser o seu braço de ajuda catavam latinhas em meio ao alvoroço. Enfim, quem vos escreve é alguém que já participou, tinha uma certa liderança dentro do movimento, então sabia como as coisas funcionavam (ou ainda funcionam), se emocionou, mas com o tempo, maturidade e acima de tudo leitura bíblica foi se desprendendo disso tudo.

Leia mais

25 de mai de 2016

1 Comentário

Por que há uma convergência atual para a fé reformada?



Por Michel Augusto

Breve Reflexão Teólogica

A história da igreja é caracterizada por uma dinâmica teológica necessária. Quando nos reportamos ao período atual, verificamos que há uma convergência para a  fé reformada. Por que isso tem acontecido atualmente? É uma questão de “modinha” ou um mero “movimento”? É uma convergência para criar exclusivismos? Qual é o valor prático dessa reviravolta atual? É uma contraposição à todas as demais cosmovisões e uma afirmação arrogante que estamos com a verdade? Em que medida essa convergência é saudável para o povo de Deus?

Leia mais

Nenhum comentário

10 armadilhas em que o apologeta tolo pode cair



Por Brian Auten

Um embaixador de Cristo deseja ser discreto, persuasivo, sensível e atencioso. Ser um bom apologeta e ser capaz de dar boas razões para a verdade do Cristianismo exige oração, paciência, estudo e persistência. Para aqueles que decidiram ter como meta se tornar bons defensores da fé, há certas disciplinas positivas e traços de caráter que seria bom que desenvolvessem.

Leia mais