15 de fev de 2017

No Recife, documento da Assembleia de Deus proíbe jovens de namorar

Publicidade em fase de teste


Um documento redigido pela Igreja Assembleia de Deus de Pernambuco chama atenção por um trecho no qual decreta que os jovens não estão "autorizados" a namorar. O documento é assinado pelo pastor Ailton José Alves e pela coordenação do Departamento Adolescente da igreja.


Uma foto que mostra o trecho em questão tem circulado nas redes sociais e gerado polêmica. Enquanto alguns defendem que o texto não é verdadeiro, outros questionam até que ponto vai o poder da igreja nesse campo pessoal. Procurada para esclarecer a questão, a assessoria de comunicação da Assembleia de Deus de Pernambuco confirmou que o documento existe, mas disse que não irá se pronunciar sobre a proibição.

O texto que se destaca e tem gerado discussões diz o seguinte: "Adolescentes componentes da união, NÃO ESTÃO AUTORIZADOS A NAMORAR. Os que insistirem devem ser encaminhados ao Presbítero e ao Coordenador da área que já estão devidamente orientadas como proceder".


Assembleia de Deus diz que usou o termo errado

Através de sua assessoria, a Assembleia explicou apenas que o uso do termo "não estão autorizados" foi usado de maneira incorreta. O correto, para eles, seria afirmar que os jovens devem ser desaconselhados a namorar com o intuito de evitar situações de promiscuidade, ou até mesmo uma gravidez indesejada.

Outro esclarecimento é que o documento não é distribuído aos fiéis da igreja. Ele é de uso interno e tido como base para orientar pais que estejam notando um comportamento inadequado de seus filhos. Tais orientações, por exemplo, são mais comuns em tempos de grandes festividades ­ como o Carnaval como forma de alerta para as possíveis "tentações.

Blog Widget by LinkWithin

1 comentário

Cristiano Vieira

Olha pessoal, não sabemos se, de fato, o conteúdo é verdadeiro.Todavia, se houver confirmação, considero uma atitude infeliz. Por motivos óbvios:
1-Não podemos determinar o comportamento das pessoas, sim aconselhá-las;
2-Não observamos nas escrituras (N.T) este tipo de procedimento.
3-Jesus nuca "proibiu" usando de sua autoridade, coisa alguma. Somente mostrou os caminhos e deu o seu parecer de uma forma muito enfática.
4-Enfim, proibir nunca é o caminho, mas eficaz é o orientar, pois quando entende-se o propósito os ensinos estarão no nível da obediência.

Postar um comentário

Postagens anônimas não serão permitidas.